Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2010

História do Capitalismo - Michel Beaud

Imagem
Introdução da Obra
Este livro nasceu de uma sólida convicção: não se pode compreender a época contemporânea sem uma análise das profundas modificações ocasionadas, nas sociedades do mundo inteiro, pelo desenvolvimento do capitalismo. Ele nasceu também da preocupação de apreender esse desenvolvimento em suas múltiplas dimensões: ao mesmo tempo econômico e político e ideológico; ao mesmo tempo nacional e multinacional/mundial; ao mesmo tempo libertador e opressor, destruidor e criador... Ele nasceu, enfim, da ambição de pôr em perspectiva um conjunto de questões indissociáveis e com muita freqüência estudadas isoladamente: a formação da economia política relacionada com a "longa marcha para o capitalismo"; a afirmação do ideal democrático contra os antigos regimes aristocráticos e, utilizando as novas instituições democráticas, a ascensão de novas classes dirigentes; o vínculo entre desenvolvimento dos capitalismos nacionais, fortalecimento dos movimentos operários e conquista…

Elementos de Cartografia- Marcos A.Timbó

Imagem
A cartografia é a ciência da representação gráfica da superfície terrestre, tendo como produto final o mapa. Ou seja, é a ciência que trata da concepção, produção, difusão, utilização e estudo dos mapas. Na cartografia, as representações de área podem ser acompanhadas de diversas informações, como símbolos, cores, entre outros elementos. A cartografia é essencial para o ensino da Geografia e tornou-se muito importante na educação contemporânea, tanto para as pessoas atenderem às necessidades do seu cotidiano quanto para estudarem o ambiente em que vivem.
Clique na imagem do livro para realizar o download
Fonte: http://www.sogeografia.com.br/Conteudos/GeografiaFisica/Cartografia/

O que é Capitalismo - Afrânio Mendes Catani

Imagem
Das teorias que procuram explicar o que é capitalismo, destacam-se duas grandes correntes representadas por Max Weber (1864-1920) e por Karl Marx (1818-1883). A primeira corrente busca explicar o capitalismo através de fatores externos à economia. Para M. Weber, o capitalismo se constituiu a partir da herança de um modo de pensar as relações sociais legada pelo movimento da Reforma na Europa: do protestantismo de Lutero e mais ainda do calvinismo. A idéia principal neste modo de pensar refere-se à extrema valorização do trabalho, da prática de uma profissão e na busca da salvação individual. A criação de riquezas pelo trabalho e poupança seria um sinal de que o individuo pertencia ao grupo dos “predestinados”. 
A segunda corrente parte de uma perspectiva histórica e define capitalismo como sendo determinado por um modo de produção de mercadorias, gerado historicamente desde inicio da Idade Moderna e que encontrou sua plenitude no intenso processo de desenvolvimento industrial inglês, a…

Migração Rural–Urbana, Agricultura Familiar e Novas Tecnologias

Imagem
A queda dos preços dos produtos da agropecuária reflete-se na remuneraçãodos trabalhadores e dos insumos. O salário rural perde competitividade em relação ao urbano, o que estimula o êxodo rural da mão-de-obra. A queda de preços dos insumos reduz a remuneração da agroindústria e por essa porta entra o desemprego urbano. Assim, a política econômica tem que ajudar a agricultura a se ajustar à componente permanente da crise e jamais contribuir para que a componente transitória se instale. Esta última é muito sensível à taxa de juros, a impostos e à taxa de câmbio, e seus efeitos podem ser minimizados ou eliminados pelas exportações e pelas políticas que dão aos mais pobres melhores condições de comprar alimentos.
A queda dos preços reduz o lucro, ou mesmo o elimina, tanto para a agricultura familiar como para a comercial. Grandes e pequenos produtores são afetados. Contudo, para quem tem a área do estabelecimento pequena, a renda familiar cai para um nível incompatível com um bem-estar d…